Concurso Polícia Rodoviária Federal

  • Função
prf
Polícia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal (ou PRF) assim como qualquer outra força policial tem atribuições de garantir a segurança de bens e pessoas. Contudo, atua principalmente nas rodovias brasileiras combatendo crimes, fazendo apreensões de cargas ilegais, verificando se há conformidade nas condições legais de veículos (Lei nº 9503). Quando há um acidente nas vias federais é a PRF quem é acionada, presta os primeiros-socorros e preserva o local até a chegada da ambulância ou perícia. Além de cumprir a sua principal função podem atuar em conjunto com outras polícias quando solicitada trabalhando extraordinariamente em regiões de matas e cenários, como cidades. A PRF era antes subordinada  ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), mas atualmente, assim como a polícia federal (ou PF), está sob as ordens do Ministério da Justiça.

  • Remuneração
Remuneração PRF
Salário de um policial federal

Fica clara a importância da Polícia Rodoviária Federal devido às suas inúmeras obrigações e deveres especialmente se levarmos em conta que ela age por todo o território brasileiro. Isso faz com que seja uma das mais bem remuneradas entre as entidades policiais e sempre há excelentes bônus advindos das operações e apreensões que têm sucesso. A seguir alguns dados do último concurso abertos para essa instituição.

Cargo Nível Remuneração Jornada de Trabalho
Ag. Administrativo Médio R$ 2.043,17 acrescido de
R$ 1.521,60 a R$ 1.902,00
40 horas semanais

Vale ressaltar que há uma concurso previsto para 2016 com previsão de 1500 vagas todas de nível superior e rendimentos de R$ 6719,91.

  • Regiões do concurso

Com estamos falando de um órgão nacional, logo há diferentes destinos para cada vaga dependendo do concurso o qual está aberto. Por exemplo, há editais que oferecem vagas apenas para determinados lugares, já outros anunciam vagas para todo território brasileiro, contudo mostram o número de postos de trabalho disponíveis em cada unidade que está com necessidade de ter mais agentes.

É importante ter em mente o número de pessoas preciso para suprir todo o plantel, isso garante que sempre tem algum concurso para abrir em alguma região do país. Caso você tenha a disposição e a possibilidade de se mudar caso haja uma aprovação, sempre há uma excelente oportunidade!

No concurso anterior foram oferecidas vagas para todos os estados na federação e para o Distrito Federal. O número de vagas variava de acordo com a localidade de destino. Sobre o provável concurso desse ano, ainda não há informação.

  • O Concurso

Por se tratar de um importante órgão, as provas são sempre realizadas por famosas e tradicionais bancas. O último concurso foi realizado pela Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB e contou com provas de:

Conhecimento Básico para o cargo: Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Raciocínio Lógico;

estudo PRF
Prova Polícia Rodoviária Federal

Conhecimento Específicos para o cargo: Noções de Direito Constitucionais e Administrativas, Noções de Administração e Informática e Arquivologia, e Legislação Relativa à PRF.

Os documentos necessários para ser empossado eram: RG; CPF; diploma de ensino médio; comprovantes de residência, de que votou nas últimas duas eleições, de conta corrente em qualquer banco do país, de inscrição de PIS PASEP e de reservista, somente para os homens; título de eleitor; Certidão de Casamente ou União Estável (se aplicável); Declaração de patrimônio do candidato, cônjuge e filhos que ainda estivessem sob dependência econômica; Declaração de não acumulação ou de acumulação lícita de cargos ou proventos; E exames médicos feitos e carimbados por agentes em hospitais públicos ou militares.

  • Como estudar

Vemos com o passar do tempo que as provas de concursos para a polícia vêm aumentando o seu nível de dificuldade. Isso sem contar com o número de pessoas que também concorrendo a esses concursos também está cada vez maior. Visto isso, é muito importante que se tenho um bom material de estudo e principalmente estratégias para conseguir estudar de maneira eficiente.

Muitas pessoas apenas se importam em ler uma grande quantidade de conteúdo sem levar em conta se está fazendo isso de maneira certa ou maneira errada. O perigo de se estudar uma grande quantidade de matérias é perder o foco do é importante e o que pode ser deixado um pouco mais de lado.

Um dos fatos que é mais feito pelos candidatos é sempre ler o edital de maneira rápida e pouco profunda. Isso quer dizer que não há uma análise do tamanho do conteúdo programático, as bibliografias as quais serão usadas como referência nas provas, critério de desempate entre concorrentes e principalmente o cálculo de tempo de estudo que será preciso para cada uma das matérias cobradas.

Uma das mais eficazes formas de estudar é sem dúvida alguma segmentar, ou seja, dividir  por blocos as matérias que serão estudas e principalmente selecionar bem o concurso que fará, isso quer dizer ver se você cumpre todos os pré-requisitos necessários para ocupar a vaga, ver se o seu tempo necessário para estudar é compatível com o seu tempo disponível para se dedicar a essa atividade. Disciplina também é muito importante para se obter a tão almejada aprovação.  Outro fator que deve ser levado em conta é conhecer bem a banca que irá ministrar a prova, isso é, ver o como ela costuma cobrar os conteúdos, quais assuntos ela mais aborda, quanto tempo ele está aplicando provas e ver a frequência que esses fatos citados anteriormente se aconteceram com alguma repetição.

  • Situação

Nos últimos tempos a PRF está cada vez mais atuante e prestigiada no cenário brasileiro, tem subido o número de ações devido à intensificação do combate à entrada de drogas ilícitas, armas e contrabando vindo dos países vizinhos, especialmente o Paraguai e Bolívia, tráfico de carros furtados aqui no Brasil os quais são levados para serem desmanchados em outros países, estrangeiros que cometem infrações aqui e voltam aos seus lugares de origem sem pagar as multas recebidas, motoristas que trafegam por nossas rodovias com carteira vencida (ou mesmo sem habilitação) ou carros fora das normas as quais estão estabelecidas no nosso código de trânsito. Essas ações estão ocorrendo em sua maior parte nas fronteiras entre o Brasil e os países que fazem fronteira com o nosso território.

Tudo sobre o Concurso da PRF